jun 182020
 

INTRODUÇÃO

O objetivo de um mecanismo de replicação de dados é permitir a manutenção de várias cópias idênticas de um ­­­­mesmo dado em vários servidores de bancos de dados (SGBD). Os principais benefícios da replicação de dados são a redundância, o que torna o sistema tolerante a falhas, a possibilidade de um balanceamento de carga do sistema, já que o acesso pode ser distribuído entre as réplicas, e finalmente, ter-ser o backup online dos dados, já que todas as replicas estariam sincronizadas. Este artigo, apresenta uma introdução ao mecanismo de replicação do MySQL, bem como as configurações básicas para realização desta tarefa.

VISÃO GERAL DA REPLICAÇÃO

O MySQL permite um tipo de replicação conhecido como Master-Slave, onde temos um servidor atuando como master e um ou mais servidores atuando como slave. O master grava em um log binário de alteração todos os comandos de atualizações da base de dados. Desta forma, todas as alterações ocorridas no master são imediatamente replicadas para os outros servidores slave.

A replicação no mysql é principalmente compatível com a anterior, isto é, um servidor mais novo pode normalmente ser um escravo de um servidor mais velho sem nenhum problema. Porém, versões mais antigas dos servidores são, freqüentemente, incapazes de servir como slaves de versões mais novas, pois eles não podem entender novas características ou a sintaxe SQL que o servidor mais novo utiliza, e pode haver diferenças no formato dos arquivos que a replicação usa, por exemplo, você não pode replicar de um master MySQL 5.0 para um slave MySQL 4.0.

Continue reading »

jun 152020
 

O Sed é um editor de textos não interativo. Vem do inglês Stream Editor, ou seja, editor de fluxos (de texto).

O Sed é um editor de textos não interativo. Vem do inglês [S]tream [ED]itor, ou seja, editor de fluxos de texto. O Sed da GNU, atualmente é o utilizado pela maioria das distribuições de Linux e é o que tem mais funcionalidades novas: GNU/Linux.

É case sentive

  • -i altera o arquivo
  • -e imprime na tela sem alterar o arquivo
  • -n faz a supressão, mostra só o resutado do comando
  • s substitui um trecho de texto por outro
  • ! inverte a lógica do comando
  • ; separador de comandos
  • | separador de strings
  • d no final deleta
  • p no final imprime
  • g no final (como se usa o d e p) altera todas as ocorrências
  • q sai do sed , não continua o comando

Continue reading »

jun 032020
 

When an application puts a socket into LISTEN state using the listen syscall, it needs to specify a backlog for that socket. The backlog is usually described as the limit for the queue of incoming connections.

TCP state diagram

Continue reading »