Como Montar Serviços de Nuvem no Windows como HD Externo usando o Rclone

 Clusterweb, ClusterWeb, Debian, Leitura Recomendada, Linux, Midia, Profissional de TI, Redes, Sistemas de Armazenamento, Windows  Comentários desativados em Como Montar Serviços de Nuvem no Windows como HD Externo usando o Rclone
ago 012020
 

Nesse vídeo, irei demonstrar como montar qualquer serviço de cloud suportado pelo rclone, como um serviço, e ainda alterar o ícone do drive.

Pelo exemplo de montagem abaixo, você poderá utilizar inclusive seus vídeos em nuvens para criar um servidor de media como Plex, Emby, Jellyfin ou outro.

Requisitos:

1 – Sistema operacional Windows

2 – Rclone última versão

3 – Algum serviço de Nuvem suportado pelo rclone

4 – Fuse para Windows 5 – Nssm na pasta do rclone

Programas adicionais necessários:

1 – WinFsp

2 – Nssm

Opcional:

Programa Change Drive Icon:

Driver Icon

Exemplo de montagem:

mount –log-file C:\rclone\logs\rclone.log –log-level INFO –allow-non-empty –allow-other –fuse-flag sync_read –tpslimit 10 –tpslimit-burst 10 –dir-cache-time=160h –buffer-size=64M –attr-timeout=1s –vfs-read-chunk-size=2M –vfs-read-chunk-size-limit=2G –vfs-cache-max-age=5m –vfs-cache-mode=writes –cache-dir D:\DriveFSCache sftp: M: –config C:\Users\Usuario\.config\rclone\rclone.conf

abr 192020
 

rsync é uma ferramenta de cópia e sincronização de arquivos e diretórios muito versátil e simples de utilizar. Com o rsync é possível copiar arquivos localmente (no mesmo sistema de arquivos), ou para um outro host na rede utilizando qualquer shell remoto, ou ainda por meio de um daemon remoto do rsync.

O rsync utiliza um algoritmo de transferência de dados que permite enviar apenas as diferenças entre os arquivos enviados e os existentes no destino, desta forma diminuindo a quantidade de dados enviados, e aumentando a performance da transferência. Por isso, é largamente utilizado como ferramenta de backup de dados, assim como comando de cópia normal do dia-a-dia.

O rsync também possui suporte à cópia de links, dispositivos, proprietários, grupos e permissões, além de não necessitar de privilégios de superusuário (root) para realizar seu trabalho.

Para que os dados sejam transferidos com segurança, o rsync assume que um servidor SSH esteja em execução ao menos em um dos hosts onde ocorrerá a transferência de arquivos.

Continue reading »

FreeNAS – Habilite e configure o Armazenamento de Objetos no FreeNAS 11.x compatível com APIs S3 – com base no MinIO

 Backup, Banco de Dados, Clusterweb, ClusterWeb, FreeNAS, Leitura Recomendada, Linux, Profissional de TI, Sistemas de Armazenamento  Comentários desativados em FreeNAS – Habilite e configure o Armazenamento de Objetos no FreeNAS 11.x compatível com APIs S3 – com base no MinIO
abr 122020
 

Hoje, trago a você o passo a passo para configurar o Armazenamento de Objetos no FreeNAS 11.x, que utiliza o MinIO como uma plataforma para atender às APIs do S3.

O que é o MinIO?

O MinIO é um servidor de armazenamento de objetos de código aberto lançado sob a licença Apache v2. É compatível com o serviço de armazenamento em nuvem do Amazon S3. O MinIO segue uma filosofia de design minimalista.

O MinIO é leve o suficiente para ser empacotado com a pilha de aplicativos. Está localizado no lado do NodeJS, Redis, MySQL e similares. Diferentemente dos bancos de dados, o MinIO armazena objetos como fotos, vídeos, arquivos de log, backups, imagens de contêiner / VM etc. O MinIO é mais adequado para armazenar notas de informações que variam de KBs a TBs cada. Em um sentido simplista, é como um servidor FTP com uma simples API get / put sobre HTTP.

Continue reading »

FreeNAS – configure o armazenamento de objetos de repositório do Veeam Backup conectado ao FreeNAS (MinIO)

 Backup, Clusterweb, ClusterWeb, FreeNAS, Leitura Recomendada, Linux, Profissional de TI, Redes, Segurança, Sistemas de Armazenamento, Vmware ESXi  Comentários desativados em FreeNAS – configure o armazenamento de objetos de repositório do Veeam Backup conectado ao FreeNAS (MinIO)
abr 122020
 

Se o víssemos em um diagrama muito simples, teríamos o seguinte: uma combinação de extensões locais (Repositórios de Backup) denominada Camada de Desempenho, à qual é adicionada uma Camada de Capacidade baseada no Armazenamento de Objetos, para a qual são enviadas as cópias que não fazemos precisa ter no nível de desempenho:

Continue reading »

dez 092019
 

Um computador tem essencialmente dois tipos de memória: a memória RAM e a memória de armazenamento em disco. A memória RAM é volátil, mas é a mais rápida de um sistema. No entanto, comparativamente à memória de armazenamento (memória em disco), a memória RAM é mais cara e de menor dimensão.

No Linux podemos ter uma partição Swap que permite usar memória de armazenamento do disco como se fosse memória RAM (obviamente sendo mais lenta). Hoje ensinamos como aumentar a memória Swap do seu sistema Linux.

Dica Linux: Como aumentar a memória Swap do sistema?

Continue reading »

jul 202019
 

Se você possui contas Google Drive, Dropbox, OneDrive e outras opções, veja como fazer para usar vários serviços de armazenamento na nuvem com RcloneBrowser no Ubuntu, Arch Linux e derivados.

 

Use vários serviços de armazenamento na nuvem com RcloneBrowser

Continue reading »

maio 242019
 

PRELIMINARES

 

Um pouco da história sobre este estudo.

Resolvi criar este artigo devido à dificuldade em encontrar material de apoio sobre como utilizar o script “ghettoVCB.sh” para efetuar snapshots de máquinas virtuais de servidores ESXi 5.0, de forma automatizada.

O script ghettoVCB é simples, prático e fácil de configurar na sua forma básica (caminho_destino + número_cópias), que é o que, na prática, todo administrador precisa (efetuar snapshot das máquinas virtuais quentes salvando no destino desejado).

E é com este intuito que escrevi este tutorial. O meu objetivo era montar uma solução *FREE* automatizada para snapshot das VMs, utilizando recursos simples e básicos.

Para isso, utilizei também um servidor (em VM) Ubuntu Server 11.04 64 bits. Neste material, cito a possibilidade de backup através de um servidor NFS na rede, mostrando de forma simples e objetiva, como instalar e configurar este recurso.

Resumindo, este artigo trata da minha experiência na configuração do script, efetuando snapshot das VMs quentes, com agendamento programado em um servidor GNU/Linux com Ubuntu Server 11.04, salvando as snapshots em um case de HD conectado à porta USB da máquina física ESXi e também em um storage com FreeNAS instalado em máquina física através de NFS e iSCSI.

Como abordo de forma simples o script ghettoVCB, sugiro visitar a comunidade VMware para informações específicas sobre o funcionamento da ferramenta:

Armazenamento Free – 1GB

 Backup, Clusterweb, ClusterWeb, Linux, Profissional de TI, Redes, Sistemas de Armazenamento  Comentários desativados em Armazenamento Free – 1GB
jul 072018
 

Procurando servidores virtuais e dedicados que vise atender a sua demanda? Nós possuímos servidores que atendem a sua necessidade. Todos com direito a IPV6, pois a Clusterweb apoia essa idéia.

Tenha um armazenamento grátis de 1GB acesse: http://bit.ly/2udeDoN

E cadastre-se.

Planos mais profissionais de armazenamento acesse: http://bit.ly/2udCe93

Todos nossos serviços: http://bit.ly/clusterweb

jun 102018
 

Sistemas RAID (Redundant Array of Independent Disks)

 Leitura Recomendada, Midia, Profissional de TI, Segurança, Sistemas de Armazenamento  Comentários desativados em Sistemas RAID (Redundant Array of Independent Disks)
set 132017
 

Introdução

Mais do que simplesmente guardar dados, soluções de armazenamento devem fornecer acesso à informação de maneira eficiente, em tempo hábil e, dependendo do caso, oferecendo algum tipo de proteção contra falhas. É neste ponto que os sistemas RAID (Redundant Array of Independent Disks) entram em ação.

Nas próximas linhas, o InfoWester explicará o que é RAID e mostrará quais os seus principais níveis. Continue reading »

set 132017
 

A sigla RAID significa montar arranjos com mais que um disco rígido num storage ou servidor, objetivando assim redundância e/ou performance no sistema de forma econômica. O array de discos é utlizado por servidores, workstations, storages e outros sistemas computacionais para melhor performance e maior segurança no armazenamento de informações. Na prática, dois ou mais discos rígidos são associados de forma lógica para obter-se algum tipo de benefício. Continue reading »

COMO REALIZAR MIGRAÇÃO DE WINDOWS PARA LINUX EM UMA EMPRESA

 Backup, Clusterweb, ClusterWeb, Debian, Desktop, Leitura Recomendada, Linux, Redes, Segurança, Sistemas de Armazenamento, Windows  Comentários desativados em COMO REALIZAR MIGRAÇÃO DE WINDOWS PARA LINUX EM UMA EMPRESA
abr 032017
 

FAZENDO A MIGRAÇÃO DO SISTEMA PROPRIETÁRIO PARA O LINUX

 

PLATAFORMA DO SOFTWARE PROPRIETÁRIO (WINDOWS)

O parque de máquinas da empresa usa o sistema operacional Windows, porém, grande parte do parque de máquinas não possui licenças do sistema, foi detectada a necessidade de adotar um sistema operacional livre para gerar economia para a empresa na compra de licenças e, também, trazer mais segurança para a rede de computadores da empresa, pois a maioria dos softwares maliciosos, conhecidos como vírus, foram desenvolvidos para os sistemas operacionais proprietários.

 

DISTRIBUIÇÃO LINUX UTILIZADA

A distribuição escolhida para implantação foi o Debian 8, codinome Jessie, com a interface gráfica LXDE. A distribuição Debian é conhecida mundialmente por sua estabilidade, cada pacote do sistema passa por diversos testes. Após 2 anos de testes, é lançada uma nova versão do sistema operacional estável para download. A distribuição Debian tem um ótimo suporte, pois possui uma comunidade de usuários e mantenedores grande.
Continue reading »