jul 162019
 

Introdução

O Proxmox VE 6.x introduz vários novos recursos principais. Planeje cuidadosamente a atualização, faça e verifique os backups antes de começar, e teste extensivamente. Dependendo da configuração existente, várias etapas manuais, incluindo algum tempo de inatividade, podem ser necessárias.

Nota: Um backup válido e testado é sempre necessário antes de iniciar o processo de atualização. Teste o backup antecipadamente em uma configuração de laboratório de teste.

Caso o sistema seja personalizado e / ou use pacotes adicionais (por exemplo, GlusterFS) ou quaisquer outros repositórios / pacotes de terceiros, assegure-se de que esses pacotes também sejam atualizados e compatíveis com o Debian Buster.

Em geral, existem duas maneiras de atualizar um sistema Proxmox VE 5.x para o Proxmox VE 6.x:

  • Uma nova instalação em um novo hardware (e restauração de VMs do backup)
  • Uma atualização in-loco via apt (passo-a-passo)

Em ambos os casos, é necessário esvaziar o cache do navegador e recarregar a página da GUI após a atualização.

Continue reading »

jul 112019
 

There are multiple web interface for rTorrent like the most known ruTorrent. But all these alternatives haven’t a good UI. Here comes Flood, A modern web UI for rTorrent with a Node.js backend and React frontend.

The project is still work-in-progress but it’s already usable and features are added frequently.

You can find their Github here and more screenshots : https://github.com/jfurrow/flood

Continue reading »

abr 242019
 

Resumo

A alta disponibilidade compõe-se por uma arquitectura de dois ou mais computadores configurados para que possam trabalhar em conjunto. Desta forma, cada computador monitoriza os demais e em caso de falha assume os serviços que ficaram indisponíveis. Neste projecto são abordadas questões relativamente a hardware e software, privilegiando as soluções de alta disponibilidade baseadas em software. No mercado existem várias soluções para alcançar esse objectivo, mas o elevado custo de implementação e licenciamento impede a adopção desses sistemas por empresas economicamente limitadas. Para contornar essa limitação, foi utilizado software Open Source que permite a implementação de alta disponibilidade a baixo custo. Neste projecto é abordada a alta disponibilidade em servidores Web, recorrendo a software de código aberto e hardware vulgar. No capítulo direccionado aos conceitos básicos são apresentados alguns conceitos necessários para a compreensão do projecto, de seguida são explicados os diferentes tipos de cluster e respectivas vantagens de implementação, posteriormente os pontos de falha existentes nos sistemas computacionais bem como possíveis soluções. Finalmente é apresentada uma solução que garante alta disponibilidade através da utilização dos softwares Heartbeat, Keepalived, Haproxy, Apache, Mysql, GlusterFS e do módulo Bonding. Embora o objectivo deste projecto seja direccionado para os servidores Web, é possível recorrer aos mesmos mecanismos na implementação de outras soluções que exijam alta disponibilidade.

 

Continue reading »

abr 022019
 

Objetivo

 

Aqui falaremos rapidamente sobre os procedimentos que utilizamos para instalar o Proxmox. Antes de iniciar esse procedimento, recomendamos uma lida em nosso artigo (neste link, ou nas referências abaixo) comparando algumas soluções antispam, para lhe ajudar a decidir se esta solução é a melhor para seu caso.

Passos/Condutas

 

Lembre-se de alterar as partes em cinza para o padrão de sua empresa.

  • Preparar o Ambiente (Servidores):

Antes de iniciar, obtenha a ISO mais atual do Proxmox Mail Gateway no site da proxmox. É importante que o nome DNS esteja funcionando corretamente (neste exemplo os endereços serão quarentena.suaempresa.com.brmail.suaempresa.com.br e mail2.suaempresa.com.br)

Para a montagem do ambiente é importante demonstrar os pré-requisitos necessários para a instalação do, utilizamos a configuração padrão de servidores:

 

Ambiente/Função Nó1 Nó2 Nó3
Nome no HOST DMZ-041-MS DMZ-042-MS DMZ-043-MS
Nome de REDE quarentena.suaempresa.com.br mail2.suaempresa.com.br mail.suaempresa.com.br
Endereço SEU_IP_1 SEU_IP_2 SEU_IP_3
Função Quarentena de e-mail para usuários Filtro de mensagens Filtro de mensagens
Size 4GB de RAM
100GB de Disco
8GB de RAM
30GB de Disco
8GB de RAM
30GB de Disco

 

Continue reading »

set 192018
 

Constantemente surge uma nova tecnologia no ramo de hospedagem de sites, com intuito de melhorar a performance deles. O HD SSD é mais uma dessas novas “técnicas”.

Acredito que você já tenha ouvido falar neste termo, que tanto tem sido usado pelas empresas de hospedagem, e logo surgiu a dúvida o que é hospedagem com HD SSD e quais são suas vantagens e desvantagens?

Preparamos esse post para que você, de forma simples e rápida, descubra o que é a hospedagem com HD SSD bem como seus pontos positivos e negativos. Fique conosco e confira!


O QUE É HOSPEDAGEM COM HD SSD?
Continue reading »

jul 122018
 

O interface de administração do Zimbra é muito boa entretanto ela não permite a criação e edição de listra negra e branca de e-mails ou domínios de e-mail, mas podemos fazer a lista de forma muito simples pelo terminal.

Para executar os comandos abaixo você deve está conectado no servidor com o usuários zimbra:

# su zimbra

Edite o arquivo de configuração salocal.cf.in que fica em /opt/zimbra/conf

$ vim /opt/zimbra/conf/salocal.cf.in

No final no arquivo iremos criar a blacklist e whitelist, vamos até o final e editamos da seguinte forma.

#Lista Negra(Bloqueia por dominio ou e-mail)

blacklist_from usuario@clusterweb.com.br

blacklist_from *@clusterweb.com.br

#Lista Branca(Libera por domínio ou e-mail)

whitelist_from usuario@clusterweb.com.br

whitelist_from *@clusterweb.com.br

Quando colocamos a conta de e-mail exemplo usuario@clusterweb.com.br nós bloqueamos ou liberamos especificamente os e-mails vindos dessa conta, se colocarmos o * antes do @ significa que todas as mensagens estão bloqueadas ou liberadas daquele determinado domínio exemplo *@clusterweb.com.br

Terminada a edição da lista precisamos salvar e sair do arquivo, devido a permissão desse arquivo talvez seja necessário sair com um :wq! Para salvar sem problemas.

Precisamos agora reiniciar os serviços zmmtactl e zmamavisdctl para as listas entrarem em funcionamento.

$ zmmtactl restart

$ zmamavisdctl restart

Com essa criação de lista negra e branca os e-mail não ficarão nem parados na caixa de spam, eles serão bloqueados automaticamente no caso da blacklist e direcionados para a caixa de entrada no caso da whitelist.

jun 192018
 

ESTRUTURA DA TABELA E INSERÇÃO DE REGISTROS

O intuito deste artigo é compartilhar um pouco da minha experiência com migração de arquivos BLOB em um banco de dados Oracle para sistema de arquivos utilizando Python.

Antes de efetivamente partirmos para o código de migração, vamos ver os dados de acesso e como será a estrutura da tabela.

Utilizo os seguintes dados de acesso para o esquema no Oracle:

  • user: desv
  • pass: 123456
  • service name: xe
  • IP do host onde está o SGBD do Oracle: 192.168.1.131

Vamos utilizar a estrutura da tabela a seguir:

CREATE TABLE TB_ARQUIVO (
	COD_ARQUIVO           NUMBER PRIMARY KEY,
	DTHINCLUSAO           DATE NOT NULL,
	ARQUIVO               BLOB,
	DS_ARQUIVO            VARCHAR2(50 BYTE),
	DS_PATH_ARQUIVO       VARCHAR2(255 BYTE)
);

Continue reading »

jun 102018
 

Artigo – Usando Storage Distribuído com Proxmox e Ceph

 Banco de Dados, Clusterweb, ClusterWeb, Debian, Leitura Recomendada, Linux, Profissional de TI, Redes, Segurança, Vlans  Comentários desativados em Artigo – Usando Storage Distribuído com Proxmox e Ceph
jun 012018
 

Porque usar Storage Distribuído com Proxmox

Quem trabalha com virtualização sabe dos benefícios em contar com um storage em sua estrutura. Pode ser um equipamento montado e instalado com FreeNas ou Nas4Free, pode ser um equipamento proprietário dos grandes players do mercado como IBM e Dell; são inúmeras às vantagens em relação a utilização das maquinas virtuais nos hds locais. Características como migração de Maquinas Virtuais (VMs) entre diferentes Hosts (Computador físico onde roda a VM) de forma on-line sem se preocupar com quedas de serviço; utilização de alta disponibilidade entre tantas outras. Este é o mundo dos storages centralizados tradicionais.

Continue reading »

set 252017
 

A ferramenta logrotate tem como objetivo rotacionar automaticamente logs de aplicativos segundo a necessidade e a organização que o administrador de sistemas (SysAdmin) deseje. Todo administrador experiente reconhece a importância dos logs e principalmente o quão relevante é ter os logs disponíveis e organizados para um momento onde é necessária uma rápida consulta aos mesmos. Esta ferramenta é muito útil para os SysAdmin e possui recursos flexíveis que por vezes não são explorados. É relevante salientar que alguns aplicativos possuem seu desempenho comprometido quando seus arquivos de log chegam a tamanhos muito grandes.

Instalar logrotate

Para instalar o logrotate basta efetuar o procedimento padrão da distribuição Linux que está sendo utilizada.

Gentoo

  # emerge -va app-admin/logrotate

Ubuntu

  # apt-get install logrotate

CentOS

  # yum install logrotate

Continue reading »