abr 122020
 

Hoje, trago a você o passo a passo para configurar o Armazenamento de Objetos no FreeNAS 11.x, que utiliza o MinIO como uma plataforma para atender às APIs do S3.

O que é o MinIO?

O MinIO é um servidor de armazenamento de objetos de código aberto lançado sob a licença Apache v2. É compatível com o serviço de armazenamento em nuvem do Amazon S3. O MinIO segue uma filosofia de design minimalista.

O MinIO é leve o suficiente para ser empacotado com a pilha de aplicativos. Está localizado no lado do NodeJS, Redis, MySQL e similares. Diferentemente dos bancos de dados, o MinIO armazena objetos como fotos, vídeos, arquivos de log, backups, imagens de contêiner / VM etc. O MinIO é mais adequado para armazenar notas de informações que variam de KBs a TBs cada. Em um sentido simplista, é como um servidor FTP com uma simples API get / put sobre HTTP.

Por que é tão interessante implantar o Object Storage S3 no FreeNAS 11.x?

O MinIO escala até muitos PBs, de forma simples e sem grande complexidade.

O MinIO pode ser configurado no modo distribuído para configurar um sistema de armazenamento de alta disponibilidade com uma implantação de armazenamento de objeto único. Com o MinIO distribuído, faremos o melhor uso dos dispositivos de armazenamento, independentemente da localização na rede.

Ser capaz de lançar uma solução como MinIO, que é simples e usada em milhões de lugares no planeta, além de ter as APIs mais recentes do S3, torna este software uma opção muito boa para que possamos aproveitar ainda mais o armazenamento que temos no vSphere, ou em algum host que não usamos, ou simplesmente para colocá-lo em produção, e para aproveitar as vantagens do S3, mas localmente, que podem ser extrapoladas rapidamente para a nuvem pública usando o Object Armazenamento limpo.

Ativando o Serviço de Armazenamento de Objetos (baseado no MinIO) no FreeNAS 11.x

Para habilitar o serviço de Armazenamento de Objeto (baseado no MinIO), iremos para Serviços – S3 e editaremos o serviço:No serviço, selecionaremos por IP que queremos apresentar as APIs de armazenamento de objetos S3; além disso, poderemos criar um usuário e uma senha, montar onde queremos que os objetos sejam armazenados; no meu caso, é um pasta dentro do meu volume, habilitaremos a opção do navegador da web, ao mesmo tempo em que selecionamos o certificado SSL Vamos Criptografar que criamos na entrada anterior :Por fim, iniciaremos o serviço, além de marcá-lo como automático:Se acessarmos por IP, ou FQDN, https://TUSERVERFREENAS.TUDOMINIO.COM:9000, poderemos ver a interface do MinIO, apresentaremos nosso usuário e senha:E seremos capazes de acessar, de maneira segura e via web, nosso repositório do S3 local em nosso FreeNAS, baseado no MinIO, a partir daqui criaremos um bucket e já poderíamos fazer upload de arquivos, daqui ou, é claro, usando a API:Isso é tudo, espero que seja útil a você e, em futuras entradas, veremos como fazer um bom uso desse novo local do Object Storage S3, baseado no MinIO.

Sorry, the comment form is closed at this time.