jul 202019
 

Se você possui contas Google Drive, Dropbox, OneDrive e outras opções, veja como fazer para usar vários serviços de armazenamento na nuvem com RcloneBrowser no Ubuntu, Arch Linux e derivados.

 

Use vários serviços de armazenamento na nuvem com RcloneBrowser

Continue reading »

Ataques na Internet

 Clusterweb, ClusterWeb, Leitura Recomendada, Midia, Profissional de TI, Redes, Segurança  Comentários desativados em Ataques na Internet
ago 022018
 

3. Ataques na Internet

[Ataques na Internet]

Ataques costumam ocorrer na Internet com diversos objetivos, visando diferentes alvos e usando variadas técnicas. Qualquer serviço, computador ou rede que seja acessível via Internet pode ser alvo de um ataque, assim como qualquer computador com acesso à Internet pode participar de um ataque.

Os motivos que levam os atacantes a desferir ataques na Internet são bastante diversos, variando da simples diversão até a realização de ações criminosas. Alguns exemplos são:

Demonstração de poder: mostrar a uma empresa que ela pode ser invadida ou ter os serviços suspensos e, assim, tentar vender serviços ou chantageá-la para que o ataque não ocorra novamente.
Prestígio: vangloriar-se, perante outros atacantes, por ter conseguido invadir computadores, tornar serviços inacessíveis ou desfigurar sites considerados visados ou difíceis de serem atacados; disputar com outros atacantes ou grupos de atacantes para revelar quem consegue realizar o maior número de ataques ou ser o primeiro a conseguir atingir um determinado alvo.
Motivações financeiras: coletar e utilizar informações confidenciais de usuários para aplicar golpes (mais detalhes no Capítulo Golpes na Internet).
Motivações ideológicas: tornar inacessível ou invadir sites que divulguem conteúdo contrário à opinião do atacante; divulgar mensagens de apoio ou contrárias a uma determinada ideologia.
Motivações comerciais: tornar inacessível ou invadir sites e computadores de empresas concorrentes, para tentar impedir o acesso dos clientes ou comprometer a reputação destas empresas.

Continue reading »

jun 222015
 

INTRODUÇÃO

 

A. INFORMAÇÕES IMPORTANTES E REFERÊNCIAS

Primeiramente, informo que o presente artigo torna obsoletos os procedimentos descritos nas dicas e artigos anteriores:

REF. 1 – Usando ZRAM em Sabayon. Nova atualização

REF. 2 – Experimento: Swap diretamente na memória RAM – Testes para RAM e Swap

Lembro porém que apenas os métodos (descritos nos artigos anteriores) para implementar ZRAM em sistemas com Systemd, é obsoleto. ZRAM não o é, de modo algum e o conteúdo dos artigos ainda é útil, por isso, sugiro que você os leia ou consulte.

Mais uma informação. Se o pacote zram-utils estiver disponível nos repositórios da sua distro, o método deverá poder ser usado também em outras distribuições Linux, que não o Sabayon ou o Gentoo.

Reporto também que somente kerneis novos tem suporte (módulo) para usar ZRAM. Nos kerneis antigos, era necessário habilitar o módulo, ou mesmo recompilar o kernel:

REF. 3 – ZRAM (Compressed RAM) no Debian

REF. 4 – Ativando ZRAM no Slackware

REF.5 – Ativando ZRAM no Slackware-2

REF. 6 – ZRAM no Arch Linux

REF. 7 – Systemd + ZRAM no Debian Wheezy
Continue reading »