Como visualizar o uso do espaço em disco no Linux

 CentOS 7 / RHEL 7, Clusterweb, ClusterWeb, Debian, Leitura Recomendada, Linux, Profissional de TI, Ubuntu  Comentários desativados em Como visualizar o uso do espaço em disco no Linux
set 172019
 

Você pode encontrar na Internet um monte de ferramentas que visualizam o uso do espaço em disco no Linux. Nem precisava. O próprio sistema operacional já apresenta uma solução robusta chamadadf. O comando “df” significa “disk filesystem” e pode ser facilmente utilizada para avaliar o espaço em disco no sistema de arquivos do Linux.

Vamos estudar agora dez pontos do comando:

Continue reading »

Como criar um Novo Usuário e Conceder Permissões no MySQL

 Banco de Dados, CentOS 7 / RHEL 7, Clusterweb, ClusterWeb, Debian, Leitura Recomendada, Linux, MySQL, Profissional de TI, Ubuntu  Comentários desativados em Como criar um Novo Usuário e Conceder Permissões no MySQL
set 132019
 

O que representa o Vermelho

As linhas que o usuário precisa digitar ou customizar estarão em vermelho neste tutorial! O restante pode na maior parte ser copiado e colado.

Sobre o MySQL

O MySQL é um sistema de gerenciamento de banco de dados open source que ajuda os usuários a armazenar, organizar, e posteriormente, recuperar dados. Ele possui uma variedade de opções para conceder a usuários específicos permissões diferenciadas dentro de tabelas e bases de dados – este tutorial vai lhe dar um breve resumo de algumas das muitas opções.

Continue reading »

ago 202019
 

Em um projeto recente precisei fazer o balanceamento de links no linux, o cliente possuía saída por dois provedores, sendo o primeiro NET/Virtua e o segundo Embratel, seu link Embratel estava ocioso e ele queria acabar com essa ociosidade.

A solução foi usar o iproute2 para criar uma tabela com balanceamento de links para alguns pacotes, em conjunto usei o iptables para marcar os pacotes que deveriam sair por essa tabela.

Além disto o cliente usava o Embratel para alguns serviços, logo existia um redirecionamento DNAT para rede interna e isso precisava ser levado em conta.

Vamos a solução para essa necessidade.

Ambiente

Vamos descrever as configurações de rede do ambiente

Interface eth0 está com rede interna (10.1.x.x/xx)
Interface eth1 está conectado ao modem virtua (189.x.x.x)
Interface eth2 está conectado ao modem embratel (200.x.x.x)

Se isto está entendido, vamos continuar.

Continue reading »

Como ativar o logon automático no Windows

 Clusterweb, ClusterWeb, Leitura Recomendada, Profissional de TI, Windows  Comentários desativados em Como ativar o logon automático no Windows
jul 232019
 

Resumo


Este artigo descreve como configurar o Windows para automatizar o processo de logon, armazenando a sua senha e outras informações pertinentes no banco de dados do Registro. Com esse recurso, outros usuários podem iniciar seu computador e usar a conta que você estabelecer para fazer logon automaticamente.

Importante O recurso de logon automático é fornecido como uma conveniência. No entanto, ele pode ser um risco de segurança. Se você definir um computador para fazer logon automático, qualquer pessoa que tiver acesso físico ao computador poderá acessar todo o seu conteúdo, incluindo as redes às quais o computador esteja conectado. Além disso, quando o logon automático está ativado, a senha é armazenada no Registro em texto sem formatação. A chave do Registro específica que armazena esse valor pode ser lida remotamente pelo grupo Usuários Autenticados. Essa configuração é recomendada apenas para casos em que o computador está fisicamente seguro e todas as medidas necessárias foram tomadas para garantir que usuários não confiáveis não consigam acessar remotamente o Registro.

Executando aplicativos como serviço no Windows

 Clusterweb, ClusterWeb, Leitura Recomendada, Profissional de TI, Programação, Windows  Comentários desativados em Executando aplicativos como serviço no Windows
jul 122019
 

Neste post iremos criar um novo serviço no Windows, assim toda vez que iniciar o Windows esse serviço será inicializado automaticamente.

Para criar o serviço no Windows, utilizaremos uma aplicação simples chamada de NSSM (Non-Sucking Service Manager).

 

Configuração utilizada:

  • Versão do Windows Utilizada: Windows 8.1 Pro e Windows Server 2012 R2 Standard
  • Versão do NSSM utilizado: nssm 2.24 (2014-08-31)

 

Baixando o NSSM

 

Para fazer o download acesse o site: https://nssm.cc/download , será baixado um arquivo “nssm-2.24.zip”, descompacte para uma pasta de sua preferência.

 

Vá até o diretório descompactado e acesse a pasta win64 ou win32 dependendo da sua versão do Windows, pelo Prompt de comando na pasta execute o seguinte comando “nssm.exe”, a saída deve ser parecida com a figura abaixo:

 

 

 

Continue reading »

KVM usando o DHCP no Proxmox

 Clusterweb, ClusterWeb, Leitura Recomendada, Linux, Profissional de TI, Proxmox  Comentários desativados em KVM usando o DHCP no Proxmox
jun 022019
 

Atribuir IPs estáticos a convidados do KVM usando o DHCP no Proxmox

Esta é a minha configuração ao atribuir IPs estáticos a convidados do KVM usando o DHCP no Proxmox. Atualmente, tenho 1 IP público e 2 IP de failover (o IP de failover tem endereço MAC anexado).

Instale o servidor DHCP:

apt install isc-dhcp-server

Edite a configuração:

vi /etc/default/isc-dhcp-server

# Add below lines. The default bridge is vmbr0.
INTERFACES="vmbr0"

Modifique o /etc/dhcp/dhcpd.conf. Exemplo:

subnet 0.0.0.0 netmask 0.0.0.0 {
authoritative;
default-lease-time 21600000;
max-lease-time 432000000;
}

# Bind IP by MAC
host VM1 {
hardware ethernet 192:44:xx:xx:xx:x1;
option routers 72.xxx.xxx.1;
option subnet-mask 255.255.255.255;
fixed-address xxx.xxx.xxx.114;
option domain-name-servers 8.8.8.8,8.8.4.4;  
}

host VM2 {
hardware ethernet 192:44:xx:xx:xx:x2;
option routers 72.xxx.xxx.1;
option subnet-mask 255.255.255.255;
fixed-address xxx.xxx.xxx.254;
option domain-name-servers 8.8.8.8,8.8.4.4;  
}

Certifique-se de que o servidor dhcp esteja em execução após a reinicialização:

systemctl enable isc-dhcp-server
reboot

Mais tarde, ao criar a VM, basta especificar o endereço MAC para um IP específico e usar o DHCP para obter o IP atribuído.

maio 242019
 

PRELIMINARES

 

Um pouco da história sobre este estudo.

Resolvi criar este artigo devido à dificuldade em encontrar material de apoio sobre como utilizar o script “ghettoVCB.sh” para efetuar snapshots de máquinas virtuais de servidores ESXi 5.0, de forma automatizada.

O script ghettoVCB é simples, prático e fácil de configurar na sua forma básica (caminho_destino + número_cópias), que é o que, na prática, todo administrador precisa (efetuar snapshot das máquinas virtuais quentes salvando no destino desejado).

E é com este intuito que escrevi este tutorial. O meu objetivo era montar uma solução *FREE* automatizada para snapshot das VMs, utilizando recursos simples e básicos.

Para isso, utilizei também um servidor (em VM) Ubuntu Server 11.04 64 bits. Neste material, cito a possibilidade de backup através de um servidor NFS na rede, mostrando de forma simples e objetiva, como instalar e configurar este recurso.

Resumindo, este artigo trata da minha experiência na configuração do script, efetuando snapshot das VMs quentes, com agendamento programado em um servidor GNU/Linux com Ubuntu Server 11.04, salvando as snapshots em um case de HD conectado à porta USB da máquina física ESXi e também em um storage com FreeNAS instalado em máquina física através de NFS e iSCSI.

Como abordo de forma simples o script ghettoVCB, sugiro visitar a comunidade VMware para informações específicas sobre o funcionamento da ferramenta:

Executando aplicativos como serviço no Windows

 Clusterweb, ClusterWeb, Desktop, Leitura Recomendada, Windows  Comentários desativados em Executando aplicativos como serviço no Windows
maio 142019
 

Neste post iremos criar um novo serviço no Windows, assim toda vez que iniciar o Windows esse serviço será inicializado automaticamente.

Para criar o serviço no Windows, utilizaremos uma aplicação simples chamada de NSSM (Non-Sucking Service Manager).

 

Configuração utilizada:

  • Versão do Windows Utilizada: Windows 8.1 Pro e Windows Server 2012 R2 Standard
  • Versão do NSSM utilizado: nssm 2.24 (2014-08-31)

Continue reading »

Apache: No space left on device: Couldn’t create accept lock

 Apache2, Clusterweb, ClusterWeb, Debian, Hospedagem, Leitura Recomendada, Linux, Profissional de TI, Ubuntu  Comentários desativados em Apache: No space left on device: Couldn’t create accept lock
fev 112019
 

The service “httpd” appears to be down.

OK just to give an update on this thread, so hopefully it helps someone else in the future.

Apologies in advance to any Level 18 Fire Breathing +5 SysAdmins; this is noob stuff :)

The cPanel team examined my server and determined that Apache had ran out of Semaphores.

Each time HTTPD crashed it didn’t release the semaphores and eventually my server ran out (I had 128). The cPanel team kindly cleared down the “locked” semaphores as follows:

Continue reading »

Como alterar o Hostname no Ubuntu

 Clusterweb, ClusterWeb, Linux, Ubuntu  Comentários desativados em Como alterar o Hostname no Ubuntu
fev 072019
 

Como posso mudar o hostname no Ubuntu ou Ubuntu Server usando a linha de comando?

Neste tutorial vamos mostrar um exemplo para modificar o nome do host (hostname) do seu ubuntu:

Como ver o hostname atual do seu Ubuntu:

hostname

Alterando o hostname temporariamente:

hostname meu-novo-hostname

Continue reading »

Como reunir todas as contas de e-mail no Gmail

 Clusterweb, ClusterWeb, Desktop, Leitura Recomendada, Segurança, Servidor de E-mail  Comentários desativados em Como reunir todas as contas de e-mail no Gmail
jan 112019
 
Gerenciar várias contas de e-mail não é tarefa fácil, principalmente quando são de serviços diferentes. O usuário precisa logar e deslogar diversas vezes a fim de conferir todas as caixas de entrada, para facilitar isso, você pode centralizar suas contas de e-mail no Gmail ! Assim você pode receber e enviar seus e-mails das contas […]

Gerenciar várias contas de e-mail não é tarefa fácil, principalmente quando são de serviços diferentes. O usuário precisa logar e deslogar diversas vezes a fim de conferir todas as caixas de entrada, para facilitar isso, você pode centralizar suas contas de e-mail no Gmail !

Assim você pode receber e enviar seus e-mails das contas do Yahoo, Hotmail,  por exemplo, usando apenas um usuário e uma senha. A configuração é bem simples, vamos a ela !

1. Entre no site do Gmail (www.gmail.com.br) e faça login com a sua conta. Se não possuir uma, clique em Criar uma conta e faça seu cadastro gratuitamente.

2. Ao abrir a página principal do seu e-mail, na caixa de entrada, clique na engrenagem, no canto superior direito da página, e depois em Configurações.

imagem1

Continue reading »