set 092020
 

O Colab é uma mão na roda para desenvolvedores, e também é possível fazer várias tarefas de maneira bem simples como copiar arquivos entre diferentes serviços de nuvens, sem utilizar sua internet. Nesse vídeo, ensino como utilizar o colab para copiar arquivos para uma conta do google drive, ou um Drive Compartilhado (Drive de Equipes) de maneira super simples, sem nenhuma dificuldade, utilizando apenas seu navegador de internet.

 

set 092020
 

Recebo várias solicitações de como copiar um conteúdo compartilhado com você para dentro de um Drive Compartilhado (Drive de Equipes) sem a necessidade de fazer download e upload. Nesse tutorial, irei ensinar como fazer essa cópia entre drives de equipes, ou conteúdos compartilhados com você para dentro do seu drive, ou para dentro de um drive de equipes, sem precisar utilizar a sua internet, de forma bem simples utilizando de comandos linux no Google Colab.

ago 082020
 

Limpar todo Histórico do root via ssh (linha de comando) no CentOS

Fala pessoal, hoje vamos deixar mais essa dicar para nossos visitantes e clientes.

O comando é simples, veja:

cat /dev/null > ~/.bash_history && history -c && exit

Entendendo o comando:
~/.bash_history  – é responsável por armazenar todas as linhas de comando executadas;
cat /dev/null > ~/.bash_history  – você está nulificando o conteúdo do “bash_history“;
history -c  – você está limpando inclusive a linha usada para nulificar o histórico usada anteriormente;
exit – você desconecta do usuário sem deixar rastros.

Valeu pessoal, espero ter ajudado!

jul 052020
 

A mágica do GNU/Linux muitas vezes acontece sem que você tenha sequer uma interface gráfica para uso amigável, porém, o shell (ou o terminal) também tem suas malícias para agilizar o seu trabalho.

Você pode trabalhar com várias aplicações ao mesmo tempo sem ter que terminar o que estava fazendo para iniciar uma nova tarefa, isso graças aos comandos “jobs”, “fg” e “bg”. “Jobs” significa “Trabalhos” e serve para exibir tudo o que você está fazendo no shell do GNU/Linux mas que está em segundo plano. Claro, você precisa mandar as tarefas para segundo plano para poder utilizar o comando “jobs”.

“fg” (foreground) serve para trazer as tarefas que estão em segundo plano para o primeiro plano, assim você pode continuar fazendo o que estava fazendo anteriormente.

Já a última opção, “bg” (background) serve para continuar executando tarefas em segundo plano, para que o shell fique livre e você possa executar outras tarefas sem interromper a tarefa anterior.

Vamos ver alguns exemplos práticos para que você entenda melhor.

Continue reading »

jun 152020
 

O Sed é um editor de textos não interativo. Vem do inglês Stream Editor, ou seja, editor de fluxos (de texto).

O Sed é um editor de textos não interativo. Vem do inglês [S]tream [ED]itor, ou seja, editor de fluxos de texto. O Sed da GNU, atualmente é o utilizado pela maioria das distribuições de Linux e é o que tem mais funcionalidades novas: GNU/Linux.

É case sentive

  • -i altera o arquivo
  • -e imprime na tela sem alterar o arquivo
  • -n faz a supressão, mostra só o resutado do comando
  • s substitui um trecho de texto por outro
  • ! inverte a lógica do comando
  • ; separador de comandos
  • | separador de strings
  • d no final deleta
  • p no final imprime
  • g no final (como se usa o d e p) altera todas as ocorrências
  • q sai do sed , não continua o comando

Continue reading »

FreeNAS – configure o armazenamento de objetos de repositório do Veeam Backup conectado ao FreeNAS (MinIO)

 Backup, Clusterweb, ClusterWeb, FreeNAS, Leitura Recomendada, Linux, Profissional de TI, Redes, Segurança, Sistemas de Armazenamento, Vmware ESXi  Comentários desativados em FreeNAS – configure o armazenamento de objetos de repositório do Veeam Backup conectado ao FreeNAS (MinIO)
abr 122020
 

Se o víssemos em um diagrama muito simples, teríamos o seguinte: uma combinação de extensões locais (Repositórios de Backup) denominada Camada de Desempenho, à qual é adicionada uma Camada de Capacidade baseada no Armazenamento de Objetos, para a qual são enviadas as cópias que não fazemos precisa ter no nível de desempenho:

Continue reading »

FreeNAS – Como implantar um certificado SSL

 Clusterweb, FreeNAS, Leitura Recomendada, Linux, Profissional de TI, Programação, Redes, Segurança, SSL  Comentários desativados em FreeNAS – Como implantar um certificado SSL
abr 122020
 

Uma das coisas mais importantes nesse tipo de caso é ter segurança quando ativamos os serviços de compartilhamento de espaço, seja FTP, armazenamento de objetos etc. É por isso que hoje, vamos ver como implantar um certificado SSL Let’s Encrypt sobre o FreeNAS 11.x.

Conexão SSH ao nosso FreeNAS 11.x

O primeiro passo será poder acessar nosso FreeNAS via SSH, para isso iremos para a parte de serviços e, no SSH, clicaremos em Ações para editar as opções:

Continue reading »

dez 092019
 

Um computador tem essencialmente dois tipos de memória: a memória RAM e a memória de armazenamento em disco. A memória RAM é volátil, mas é a mais rápida de um sistema. No entanto, comparativamente à memória de armazenamento (memória em disco), a memória RAM é mais cara e de menor dimensão.

No Linux podemos ter uma partição Swap que permite usar memória de armazenamento do disco como se fosse memória RAM (obviamente sendo mais lenta). Hoje ensinamos como aumentar a memória Swap do seu sistema Linux.

Dica Linux: Como aumentar a memória Swap do sistema?

Continue reading »

Pagelayer Editor para WordPress

 Clusterweb, ClusterWeb, Linux, WordPress  Comentários desativados em Pagelayer Editor para WordPress
set 182019
 

Pagelayer – o novo construtor de sites e páginas fácil de usar para WordPress anunciou em 17 de setembro de 2019 que alcançou um novo marco ao atingir mais de 100.000 instalações ativas do WordPress:
https://pagelayer.com/blog/pagelayer-reaches- 100000-usuários-wordpress-ativos /

O Pagelayer tem crescido constantemente e novos recursos estão sendo introduzidos muito rapidamente. A nova versão Pagelayer 0.9.9 foi lançada uma semana atrás com novos recursos. A equipe do Pagelayer está trabalhando duro para aprimorá-lo diariamente e torná-lo o melhor Construtor de Páginas / Sites para WordPress. Uma versão premium do Pagelayer também será lançada em breve. A equipe do Pagelayer adicionou recentemente mais documentação em seu site e está fazendo tutoriais em vídeo para os usuários.

Sobre o Pagelayer O
PageLayer é um plug-in do construtor de páginas do WordPress. É muito fácil de usar e muito leve no navegador. O Pagelayer funciona com qualquer tema do WordPress. O Pagelayer é um editor em tempo real e você pode criar lindas páginas da web em alguns minutos!

Como visualizar o uso do espaço em disco no Linux

 CentOS 7 / RHEL 7, Clusterweb, ClusterWeb, Debian, Leitura Recomendada, Linux, Profissional de TI, Ubuntu  Comentários desativados em Como visualizar o uso do espaço em disco no Linux
set 172019
 

Você pode encontrar na Internet um monte de ferramentas que visualizam o uso do espaço em disco no Linux. Nem precisava. O próprio sistema operacional já apresenta uma solução robusta chamadadf. O comando “df” significa “disk filesystem” e pode ser facilmente utilizada para avaliar o espaço em disco no sistema de arquivos do Linux.

Vamos estudar agora dez pontos do comando:

Continue reading »

ago 192019
 

Introdução

É comumente conhecido que o netfilter / iptables é o firewall do sistema operacional Linux. O que não é comumente conhecido é que o iptables tem muitas gemas escondidas que podem permitir que você faça coisas com seu firewall que você nunca imaginou. Neste artigo, vou apresentar muitos desses recursos com alguns usos práticos. Se você não estiver au fait com as noções básicas de iptables, então você deve ler o meu artigo anterior no Diário ” Firewalling com netfilter / iptables “.

Continue reading »

KVM usando o DHCP no Proxmox

 Clusterweb, ClusterWeb, Leitura Recomendada, Linux, Profissional de TI, Proxmox  Comentários desativados em KVM usando o DHCP no Proxmox
jun 022019
 

Atribuir IPs estáticos a convidados do KVM usando o DHCP no Proxmox

Esta é a minha configuração ao atribuir IPs estáticos a convidados do KVM usando o DHCP no Proxmox. Atualmente, tenho 1 IP público e 2 IP de failover (o IP de failover tem endereço MAC anexado).

Instale o servidor DHCP:

apt install isc-dhcp-server

Edite a configuração:

vi /etc/default/isc-dhcp-server

# Add below lines. The default bridge is vmbr0.
INTERFACES="vmbr0"

Modifique o /etc/dhcp/dhcpd.conf. Exemplo:

subnet 0.0.0.0 netmask 0.0.0.0 {
authoritative;
default-lease-time 21600000;
max-lease-time 432000000;
}

# Bind IP by MAC
host VM1 {
hardware ethernet 192:44:xx:xx:xx:x1;
option routers 72.xxx.xxx.1;
option subnet-mask 255.255.255.255;
fixed-address xxx.xxx.xxx.114;
option domain-name-servers 8.8.8.8,8.8.4.4;  
}

host VM2 {
hardware ethernet 192:44:xx:xx:xx:x2;
option routers 72.xxx.xxx.1;
option subnet-mask 255.255.255.255;
fixed-address xxx.xxx.xxx.254;
option domain-name-servers 8.8.8.8,8.8.4.4;  
}

Certifique-se de que o servidor dhcp esteja em execução após a reinicialização:

systemctl enable isc-dhcp-server
reboot

Mais tarde, ao criar a VM, basta especificar o endereço MAC para um IP específico e usar o DHCP para obter o IP atribuído.