Qual a principal razão para migrar para a nuvem?

 Clusterweb, ClusterWeb, Leitura Recomendada, Linux, Nuvens, Profissional de TI  Comentários desativados em Qual a principal razão para migrar para a nuvem?
fev 282019
 

No mercado de hoje e no cenário de TI que estamos contemplando ultimamente, é comum que você já tenha feito esta pergunta: por que minha empresa também precisa migrar para a nuvem? Qual a principal razão para isso? O que irei ganhar, o que vai mudar e o que motiva meus negócios a aderirem também a esta tendência que tem se tornado global?

Hoje, nossa intenção é ajudar você a responder esta pergunta da forma mais simples possível. Vamos começar dizendo o básico: o porquê de ser fundamental. Hoje em dia, as empresas que não migram para a nuvem tendem a permanecer num modelo de negócios mais limitado, menos ágil e menos integrado com as ferramentas modernas de gestão, organização e manutenção de dados, o que pode lhe fazer aos poucos ir perdendo espaço e capacidade produtiva. Em outras palavras, a principal razão de optar pela mudança é justamente a de manter vantagem competitiva da empresa. Eis a seguir os principais motivos e benefícios disto:

Continue reading »

Como o servidor em nuvem impacta a segurança da sua empresa?

 Clusterweb, ClusterWeb, Leitura Recomendada, Profissional de TI  Comentários desativados em Como o servidor em nuvem impacta a segurança da sua empresa?
fev 282019
 

A segurança é um dos pontos de destaque de um servidor em nuvem. Há diversos fatores que contribuem para isso, como a ausência do risco de roubo ou dano de equipamentos, além do isolamento de dados vindos de conexões não-seguras, por exemplo.

Mais do que isso, porém, o servidor em nuvem garante vantagens para seu negócio porque conta com o aporte de uma empresa especializada e de uma equipe capacitada para fazer a gestão e garantir a segurança e acessibilidade dos dados em diversos níveis.

Ficou interessado e quer saber mais a respeito? Acompanhe!

Continue reading »

fev 252019
 

O que é hospedagem de site é um questionamento bastante recorrente para quem quer começar um blog, um site ou uma loja virtual na internet.

Afinal, para você se estabelecer na rede com um projeto online, você precisa deste tipo de serviço para ter uma página permanente na internet. Assim, se você se encaixa em qualquer um destes perfis, saiba que você está no lugar certo.

Mas o que é hospedagem de site? Hospedagem de site é um serviço online que permite a publicação de um site ou aplicação na internet. Quando você adquire uma hospedagem, basicamente você está alugando um espaço dentro de um servidor.

Nele ficam armazenados todos os arquivos e dados necessários para o bom funcionamento do site.

Um servidor é um computador físico que nunca é desligado para que seu site ou aplicação esteja sempre online.

Seu provedor de hospedagem é responsável por manter o site no ar e funcionando, proteger de ataques maliciosos e transferir seu conteúdo (texto, imagens, arquivos) do servidor até o navegador do visitante.

Continue reading »

fev 122019
 

The Instant Scan depends on the inotify watches system, provided by the Linux Kernel.

Every Linux installation has a specific amount of inotify watches set by default.

If you want to know how many inotify watches your system has, execute the next command:

cat /proc/sys/fs/inotify/max_user_watches

You will need one inotify watch per watched directory. Thus, the more directories on the server, the greater the amount of things that will be needed.

You can increase the number of inotify watches performing the next command:

CentOS/RHEL/CloudLinux/Debian/Ubuntu:
echo fs.inotify.max_user_watches=999999 | tee -a /etc/sysctl.conf && sysctl -p

Increase the number 999999 as your needings.

fev 112019
 

On some of our development servers, we run many instances of the Apache httpd web server on the same system. By “many”, I mean 30 or more separate Apache instances, each with its own configuration file and child processes. This is not unusual on DevCamps setups with many developers working on many projects on the same server at the same time, each project having a complete software stack nearly identical to production.

On Red Hat Enterprise Linux 5, with somewhere in the range of 30 to 40 Apache instances on a server, you can run into failures at startup time with this error or another similar one in the error log:

[error] (28)No space left on device: Cannot create SSLMutex

The exact error will depend on what Apache modules you are running. The “space left on device” error does not mean you’ve run out of disk space or free inodes on your filesystem, but that you have run out of SysV IPC semaphores.

You can see what your limits are like this:

# cat /proc/sys/kernel/sem
250 32000 32 128

I typically double those limits by adding this line to /etc/sysctl.conf:

kernel.sem = 500 64000 64 256

That makes sure you’ll get the change at the next boot. To make the change take immediate effect:

# sysctl -p

With those limits I’ve run 100 Apache instances on the same server.

Apache: No space left on device: Couldn’t create accept lock

 Apache2, Clusterweb, ClusterWeb, Debian, Hospedagem, Leitura Recomendada, Linux, Profissional de TI, Ubuntu  Comentários desativados em Apache: No space left on device: Couldn’t create accept lock
fev 112019
 

The service “httpd” appears to be down.

OK just to give an update on this thread, so hopefully it helps someone else in the future.

Apologies in advance to any Level 18 Fire Breathing +5 SysAdmins; this is noob stuff :)

The cPanel team examined my server and determined that Apache had ran out of Semaphores.

Each time HTTPD crashed it didn’t release the semaphores and eventually my server ran out (I had 128). The cPanel team kindly cleared down the “locked” semaphores as follows:

Continue reading »

Como alterar o Hostname no Ubuntu

 Clusterweb, ClusterWeb, Linux, Ubuntu  Comentários desativados em Como alterar o Hostname no Ubuntu
fev 072019
 

Como posso mudar o hostname no Ubuntu ou Ubuntu Server usando a linha de comando?

Neste tutorial vamos mostrar um exemplo para modificar o nome do host (hostname) do seu ubuntu:

Como ver o hostname atual do seu Ubuntu:

hostname

Alterando o hostname temporariamente:

hostname meu-novo-hostname

Continue reading »

Configurando um endereço IP estático com Netplan

 ClusterWeb, Leitura Recomendada, Linux, Profissional de TI, Redes, Ubuntu  Comentários desativados em Configurando um endereço IP estático com Netplan
fev 072019
 

Abaixo seguem as etapas para configurar um endereço IP estático com o Netplan. Os arquivos de configuração do Netplan estão localizados no diretório /etc/netplan/. O padrão do arquivo de configuração é /etc/netplan/01-netcfg.yaml.
Abra o arquivo de configuração com um editor:

sudo nano /etc/netplan/01-netcfg.yaml
A sintaxe de configuração é na linguagem de programação Python (formato .yaml), de modo que a indentação das linhas é importante!

Aqui está um exemplo para um endereço IPv4 estático 192.168.1.100 na primeira interface de rede ens33 e gateway IP 192.168.1.1. O servidor usará os servidores DNS gratuitos do Google 8.8.8.8 e 8.8.4.4 para a resolução de nomes.

Continue reading »

Windows Erro “Algumas Configurações São Gerenciadas Pela Sua Organização”.

 Clusterweb, ClusterWeb, Leitura Recomendada, Profissional de TI, Windows  Comentários desativados em Windows Erro “Algumas Configurações São Gerenciadas Pela Sua Organização”.
fev 062019
 

Sobre o seu problema onde é apresentado a mensagem de erro “algumas configurações são gerenciadas pela sua organização” acredito que renomeando o arquivo de politica de segurança o problema passa ser renomeado.

Pressione as teclas Windows + X, selecione Prompt de comando (Admin), copie e cole os comandos abaixo e pressione enter depois de cada comando.

Dentro do Prompt de comando, digite os comandos:

Reg Delete “HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Policies\Microsoft\Windows\WindowsUpdate” /f

Reg Delete “HKEY_CURRENT_USER\SOFTWARE\Policies\Microsoft\Windows\WindowsUpdate” /f

Reinicie o Sistema e verifique novamente o acesso ao Windows Update, realizando as configurações desejadas.(Procedimento cedido pela colega Evelin A. Meiwald).

Caso o problema continue o prompt de comando não localize os diretórios da pasta peço que passe para o próximo comando.

Continue reading »

fev 042019
 

O filtro de negação de serviço ou DoSFilter foi adicionado ao servidor de caixa de correio no ZCS 8.0 para acelerar os clientes enviando um grande número de solicitações em um período muito curto de tempo. O DoSFilter é aplicado a todas as solicitações de serviço, caixa de correio e admin. Este recurso foi adicionado com a conclusão do bug 66921 .

A filtragem de DoS é ativada por padrão quando o ZCS 8 é instalado. Pode ser necessário ajustar a configuração para acomodar necessidades ambientais específicas. Desativar DoSFilter não é recomendado.

Continue reading »

Zimbra Problemas de entrega LMTP (connection refused port 7025)

 Clusterweb, ClusterWeb, Linux, Profissional de TI, Proxy, Redes, Segurança, Zimbra  Comentários desativados em Zimbra Problemas de entrega LMTP (connection refused port 7025)
fev 012019
 

Olá ! Recentemente efetuei uma migração de um Zimbra Network para Cloud e no ambiente não seria configurado um DNS local, utilizando somente o DNS de cache implementado pela própria solução.

Neste cenário, o servidor possui um endereço IP interno configurado, portanto, é utilizado NAT para que o mesmo seja acessado através da Internet. Para exemplificar, vamos assumir as seguintes informações:

Domínio: zimbra.local

IP interno: 192.168.1.1

IP válido: 1.1.1.1

Hostname (interno e externo): mail.zimbra.local

O que precisamos corrigir neste cenário?

O Zimbra efetua as entregas das mensagens locais via LTMP, e como pode ser observado através do parâmetro zimbraMailTransport, é utilizado o nome do servidor. Por padrão, o LMTP irá efetuar resoluções DNS para a entrega das mensagens, portanto, o hostname mail.zimbra.local irá resolver para o IP válido, e pode ocorrer que o ambiente não permita esse acesso.

Como devemos corrigir a entrega LMTP para utilizar o endereço IP interno?

Para que ao entregar as mensagens locais, é preciso informar ao Zimbra que o protocolo LMTP não deve utilizar DNS, e sim resolução interna.

Para isso, além de definir corretamente a entrada no /etc/hosts, precisamaos definir o parâmetro zimbraMtaLmtpHostLookup conforme abaixo:

zmprov ms `zmhostname` zimbraMtaLmtpHostLookup native

zmprov mcf zimbraMtaLmtpHostLookup native

Após as alterações serem efetuadas, NÃO é necessário reiniciar nenhum serviço.