abr 022019
 

O Windows é um sistema pago e, para funcionar corretamente, precisa ser ativado junto à Microsoft. Caso o usuário não realize essa operação, o sistema exibe a mensagem “Sua licença do Windows expira em breve”, que deve ser solucionada inserindo a chave do produto ou licença digital. No entanto, um erro na atualização do Windows 10 (versão 1607 ou posterior) faz com que essa mensagem apareça mesmo que o sistema já tenha sido registrado anteriormente.

Outra causa comum para a falha é a troca de peças do hardware, como a placa-mãe, o que pode fazer com que o Windows não encontre a licença correspondente ao computador. O tutorial a seguir mostra como resolver o problema nos dois casos, lembrando que, em qualquer situação, será necessário ter a chave do produto ou licença digital. O procedimento foi realizado em um notebook com o Windows 10.

Continue reading »

Como o servidor em nuvem impacta a segurança da sua empresa?

 Clusterweb, ClusterWeb, Leitura Recomendada, Profissional de TI  Comentários desativados em Como o servidor em nuvem impacta a segurança da sua empresa?
fev 282019
 

A segurança é um dos pontos de destaque de um servidor em nuvem. Há diversos fatores que contribuem para isso, como a ausência do risco de roubo ou dano de equipamentos, além do isolamento de dados vindos de conexões não-seguras, por exemplo.

Mais do que isso, porém, o servidor em nuvem garante vantagens para seu negócio porque conta com o aporte de uma empresa especializada e de uma equipe capacitada para fazer a gestão e garantir a segurança e acessibilidade dos dados em diversos níveis.

Ficou interessado e quer saber mais a respeito? Acompanhe!

Continue reading »

Alterar IP principal em um servidor CentOS com painel whm/cPanel

 Apache2, CentOS 7 / RHEL 7, Clusterweb, ClusterWeb, Debian, Leitura Recomendada, Linux, Profissional de TI, Redes, Segurança  Comentários desativados em Alterar IP principal em um servidor CentOS com painel whm/cPanel
jan 262019
 

Em algum momento você poderá precisar alterar o IP principal de um servidor utilizando sistema Operacional CentOS e painel cPanel. Apesar de parecer um processo complexo, um usuário com conhecimento básico em comandos shell  e com acesso root poderá realizar sem maiores problemas em poucos passos.

Continue reading »

COMO REALIZAR MIGRAÇÃO DE WINDOWS PARA LINUX EM UMA EMPRESA

 Backup, Clusterweb, ClusterWeb, Debian, Desktop, Leitura Recomendada, Linux, Redes, Segurança, Sistemas de Armazenamento, Windows  Comentários desativados em COMO REALIZAR MIGRAÇÃO DE WINDOWS PARA LINUX EM UMA EMPRESA
abr 032017
 

FAZENDO A MIGRAÇÃO DO SISTEMA PROPRIETÁRIO PARA O LINUX

 

PLATAFORMA DO SOFTWARE PROPRIETÁRIO (WINDOWS)

O parque de máquinas da empresa usa o sistema operacional Windows, porém, grande parte do parque de máquinas não possui licenças do sistema, foi detectada a necessidade de adotar um sistema operacional livre para gerar economia para a empresa na compra de licenças e, também, trazer mais segurança para a rede de computadores da empresa, pois a maioria dos softwares maliciosos, conhecidos como vírus, foram desenvolvidos para os sistemas operacionais proprietários.

 

DISTRIBUIÇÃO LINUX UTILIZADA

A distribuição escolhida para implantação foi o Debian 8, codinome Jessie, com a interface gráfica LXDE. A distribuição Debian é conhecida mundialmente por sua estabilidade, cada pacote do sistema passa por diversos testes. Após 2 anos de testes, é lançada uma nova versão do sistema operacional estável para download. A distribuição Debian tem um ótimo suporte, pois possui uma comunidade de usuários e mantenedores grande.
Continue reading »

mar 052017
 

INTRODUÇÃO E DESENVOLVIMENTO

 

Dando início as atividades do ano 2017, vou fazer uma demonstração de como explorar uma falha em um servidor FTP e assim poder obter informações privilegiadas do mesmo.

As ferramentas usadas serão o nmap utilizado para realizar port scan e o telnet. Neste LAB vou utilizar o Kali Linux e uma máquina alvo que é o Metasploitable. Esta última é ideal para criação e teste de intrusão tendo em vista que a mesma vem configurada com vários serviços vulneráveis a ataques.

Primeiro é preciso fazer um levantamento das portas abertas no alvo bem como a versão dos serviços que estão rodando. Aqui vou abordar apenas o ataque ao FTP, porém, é bom ter uma visão geral do procedimento para futuros posts.

INSTALAR O SLACKWARE 14.1 EM DRIVE USB

 Clusterweb, ClusterWeb, Desktop, Leitura Recomendada, Linux, Profissional de TI, Redes, Segurança  Comentários desativados em INSTALAR O SLACKWARE 14.1 EM DRIVE USB
ago 012015
 

PREPARAÇÃO DO AMBIENTE

 

Configurações dos computadores utilizados:

Notebook:

  • Chip gráfico switchable Radeon 6770M
  • Disco /dev/sda com Windows 7 de fábrica

Computador desktop:

  • Chip gráfico NVIDIA GTX980
  • Disco /dev/sda com Windows 8.1

Iniciei a instalação pelo notebook, então foi plugado um HD externo de 320 GB utilizando um case na USB 3.0 (fica lento na USB 2.0! Mas nem tanto!!!).

Inicie o boot na imagem de instalação do Slackware Current.

O objetivo do artigo não é ensinar como instalar o Slackware, então deverás procurar como fazê-lo caso sinta alguma dificuldade (se é que tem dificuldade no Slackware).

O disco externo foi localizado como /dev/sdb, então eu particionei em 3, um swap, uma raiz e uma home, sendo assim realiza-se a instalação completa (full instalation).

Ao final da instalação, faça a instalação manual do LILO, gravando o boot exclusivamente na MBR do disco externo (no meu caso/dev/sdb), assim já teremos o /etc/lilo.conf ajustado.

Instalação concluída, mas se você iniciar o sistema por meio do HD externo (não esqueça de configurar o boot na inicialização do PC!!!), terás um KERNEL PANIC!!!

Então o que fazer???
Continue reading »

jul 132015
 

Neste guia vamos ensinar como usar os logs do Exim em seu VPS/Cloud ou servidor dedicado para encontrar possíveis tentativas de spammers usando scripts para envio de e-mails não solicitados, a fim de retransmitir o spam de seu servidor.

Como é que o spam são enviados do meu servidor?

Você pode ter um recurso de “informar a um amigo”, um sistema de alerta ou campo para recebimento de newsletter em seu site. Se você não tiver cuidado, por vezes, estes podem ser explorados por bots para fins de spam. Isso pode prejudicar a reputação de envio de seu endereço de IP, e levar a problemas, como fazer você acabar em uma blacklist.

Como faço para parar o spam vindo do meu servidor?

Exim, ou o MTA (Mail Transfer Agent) em seu servidor lida com as entregas de e-mail. Toda a atividade de e-mail é registrada incluindo e-mailsenviados a partir de scripts. Ele faz isso registrando a pasta a partir de onde o script foi executado.
Continue reading »

jun 222015
 

INTRODUÇÃO

 

A. INFORMAÇÕES IMPORTANTES E REFERÊNCIAS

Primeiramente, informo que o presente artigo torna obsoletos os procedimentos descritos nas dicas e artigos anteriores:

REF. 1 – Usando ZRAM em Sabayon. Nova atualização

REF. 2 – Experimento: Swap diretamente na memória RAM – Testes para RAM e Swap

Lembro porém que apenas os métodos (descritos nos artigos anteriores) para implementar ZRAM em sistemas com Systemd, é obsoleto. ZRAM não o é, de modo algum e o conteúdo dos artigos ainda é útil, por isso, sugiro que você os leia ou consulte.

Mais uma informação. Se o pacote zram-utils estiver disponível nos repositórios da sua distro, o método deverá poder ser usado também em outras distribuições Linux, que não o Sabayon ou o Gentoo.

Reporto também que somente kerneis novos tem suporte (módulo) para usar ZRAM. Nos kerneis antigos, era necessário habilitar o módulo, ou mesmo recompilar o kernel:

REF. 3 – ZRAM (Compressed RAM) no Debian

REF. 4 – Ativando ZRAM no Slackware

REF.5 – Ativando ZRAM no Slackware-2

REF. 6 – ZRAM no Arch Linux

REF. 7 – Systemd + ZRAM no Debian Wheezy
Continue reading »

jan 152015
 

Assine agora um plano de hospedagem ou cloud em um servidor no Brasil, baixa latência e ótima infra-estrutura.

 

ClusterWeb - Internet Data Center

PROXY EM PARALELO COM O MIKROTIK

 Clusterweb, ClusterWeb, Firewall, Linux, Mikrotik, Profissional de TI, Programação, Proxy, Redes, Segurança, Squid, Ubuntu  Comentários desativados em PROXY EM PARALELO COM O MIKROTIK
jan 142015
 

PRÉ-REQUISITOS E PASSOS INICIAIS

Resolvi escrever este artigo por 2 razões, a primeira é que o mikrotik (do qual sou fã incondicional) não é um bom sistema para proxy (exclusivamente na minha opinião) quando comparado a qualquer outra distribuição, no caso a minha preferida é o Debian, o outro motivo é que precisei de muito tempo pra chegar a este “conjunto” e deixá-lo funcionando e tenho visto a necessidade de muitos em montar algo semelhante, então espero que este pequeno artigo possa ajudar.

Claro que para esta montagem seu servidor (roteador) tem que ser mikrotik versão 3.X, tendo uma placa onde recebe o link da operadora, uma placa exclusiva para comunicação com o proxy (ponto a ponto) e uma terceira que servirá o acesso ao clientes diretamente. Não vamos nos prender a configuração dos clientes, controle de clientes, controle de banda, nem a entrada de link , nem load balance etc, mas trataremos neste artigo supondo que seu servidor já tenha isto configurado e funcionando, vamos tratar as configurações necessárias para que o mikrotik controle o proxy, e o computador onde estará o proxy com Debian.
Continue reading »

Multiterminais em um PC

 Clusterweb  Comentários desativados em Multiterminais em um PC
out 102013
 
Introdução

Xephyr é um tipo de servidor X que utiliza outro servidor X (Xorg) para a exibição das imagens. O Xephyr funciona como cliente do Xorg, mas é também servidor para outros aplicativos, que enxergam o Xephyr como se fosse um servidor X normal. O Xephyr pode ser utilizado para se trabalhar em dois ou mais desktops simultaneamente, no entanto, fizemos alterações em seu código para permitir que ele seja utilizado para implementar um sistema multiterminal.O sistema opera da seguinte maneira. Roda-se apenas um servidor X, configurado para utilizar várias telas (screens), sendo que cada tela estará associada a uma placa de vídeo. Após a inicialização do X, abre-se, em tela cheia, um Xephyr para cada tela, o qual será utilizado pelo usuário, de maneira transparente.

O Xephyr original obtêm os eventos de mouse e teclado a partir do servidor X pai. No entanto, para permitir a utilização do Xephyr no multiterminal, tivemos que alterar seu código fonte para que ele lesse os eventos diretamente dos dispositivos, sem intermediação do servidor X. Para ler os eventos do mouse e do teclado utiliza-se o protocolo evdev.

A vantagem de se utilizar o Xephyr é que o gerenciamento das diversas placas de vídeo é feito por um único X, o que elimina os problemas de compatibilidade e conflitos presentes nas outras maneiras de implementar o multiterminal. Isso significa que o multiterminal funciona com qualquer combinação de placas de vídeo que o X consiga gerenciar.

A vantagem de se utilizar o Xephyr ao invés do Xnest é que o Xephyr está sendo mantido atualmente, é mais rápido, e permite a implementação de extensões do X mais facilmente. Continue reading »

ClusterWeb® – Internet Data Center

 ClusterWeb® – Internet Data Center  ClusterWeb  Comentários desativados em ClusterWeb® – Internet Data Center
jan 012012
 

ClusterWeb® – Internet Data Center iniciou sua atuação no mercado de data center em 2014, prestando serviços de hospedagem as mais diversas necessidades. Abrangemos desde sites simples até servidores virtuais e dedicados visando atender a grandes empresas no Brasil.

Contamos com infraestrutura de data center no Canadá, o que viabiliza projetos globais e orçamentos ilimitados, proporcionando ao cliente maior mobilidade no seu investimento, além de manter a qualidade e segurança. Nossa missão é prestar serviços de alta qualidade, os quais possibilitem o crescimento e a prosperidade de nossos clientes em suas atividades, que facilite o uso de data center no dia a dia, com preços honestos e justos.

Assine agora um plano de hospedagem ou cloud em um servidor de confiança, baixa latência e ótima infra-estrutura.