fev 062019
 

Sobre o seu problema onde é apresentado a mensagem de erro “algumas configurações são gerenciadas pela sua organização” acredito que renomeando o arquivo de politica de segurança o problema passa ser renomeado.

Pressione as teclas Windows + X, selecione Prompt de comando (Admin), copie e cole os comandos abaixo e pressione enter depois de cada comando.

Dentro do Prompt de comando, digite os comandos:

Reg Delete “HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Policies\Microsoft\Windows\WindowsUpdate” /f

Reg Delete “HKEY_CURRENT_USER\SOFTWARE\Policies\Microsoft\Windows\WindowsUpdate” /f

Reinicie o Sistema e verifique novamente o acesso ao Windows Update, realizando as configurações desejadas.(Procedimento cedido pela colega Evelin A. Meiwald).

Caso o problema continue o prompt de comando não localize os diretórios da pasta peço que passe para o próximo comando.

Continue reading »

Como adicionar ou remover uma rota estática no Windows

 Clusterweb, ClusterWeb, Firewall, Leitura Recomendada, Profissional de TI, Redes, Segurança, Windows  Comentários desativados em Como adicionar ou remover uma rota estática no Windows
ago 262018
 

Como adicionar ou remover uma rota estática no Windows

1º – Abra o prompt de comando do Windows,  vá em executar e digite CMD, clique no símbolo do Windows (menu iniciar) na parte de pesquisar programas e arquivos digite CMD e pressione ENTER isso abrirá o prompt de comando. Se estiver realizando o comando em um servidor deve executar o prompt com privilégios administrativos, para isso, clique com o botão direto do mouse no prompt de comando e execute como adminstrador.

Continue reading »

Instalando Language Pack no Windows Server 2008 R2 (pt-BR)

 Clusterweb, ClusterWeb, Leitura Recomendada, Profissional de TI, Windows  Comentários desativados em Instalando Language Pack no Windows Server 2008 R2 (pt-BR)
out 252017
 

Olá pessoal,

Algumas pessoas passaram a me perguntar como elas poderiam mudar o idioma do sistema do inglês para o português do Brasil. Bom à resposta é bem simples e é exatamente o que vou mostrar nesse post.

O primeiro passo é fazer o download do Language Pack no site da Microsoft, para fazer o download.

Após o download ser concluído vá até o local onde o language pack foi salvo, no meu caso eu coloquei na área de trabalho. Como mostrado na figura 1.

 

Continue reading »

COMO REALIZAR MIGRAÇÃO DE WINDOWS PARA LINUX EM UMA EMPRESA

 Backup, Clusterweb, ClusterWeb, Debian, Desktop, Leitura Recomendada, Linux, Redes, Segurança, Sistemas de Armazenamento, Windows  Comentários desativados em COMO REALIZAR MIGRAÇÃO DE WINDOWS PARA LINUX EM UMA EMPRESA
abr 032017
 

FAZENDO A MIGRAÇÃO DO SISTEMA PROPRIETÁRIO PARA O LINUX

 

PLATAFORMA DO SOFTWARE PROPRIETÁRIO (WINDOWS)

O parque de máquinas da empresa usa o sistema operacional Windows, porém, grande parte do parque de máquinas não possui licenças do sistema, foi detectada a necessidade de adotar um sistema operacional livre para gerar economia para a empresa na compra de licenças e, também, trazer mais segurança para a rede de computadores da empresa, pois a maioria dos softwares maliciosos, conhecidos como vírus, foram desenvolvidos para os sistemas operacionais proprietários.

 

DISTRIBUIÇÃO LINUX UTILIZADA

A distribuição escolhida para implantação foi o Debian 8, codinome Jessie, com a interface gráfica LXDE. A distribuição Debian é conhecida mundialmente por sua estabilidade, cada pacote do sistema passa por diversos testes. Após 2 anos de testes, é lançada uma nova versão do sistema operacional estável para download. A distribuição Debian tem um ótimo suporte, pois possui uma comunidade de usuários e mantenedores grande.
Continue reading »

Terminal Server Ilimitado Windows 2008

 Clusterweb, ClusterWeb, Desktop, Leitura Recomendada, Profissional de TI, Redes, Segurança, Windows  Comentários desativados em Terminal Server Ilimitado Windows 2008
ago 292015
 

Terminal Server Ilimitado Windows 2008

Ola pessoal, este é mais um post para os administradores que desejam quebrar o limite de terminal server em seu Windows Server 2008 *, lembro que este processo é somente para voce realizar testes, uma vez que para voce estar dentro da “Lei” tera que pagar a Microsoft as Cal’s de licença do Windows, então utilze estas dicas apenas para testar seu Terminal Server 2008 para fins de estudo.

Mãos a Obra.

Vamos partir com o Seu Windows 2008 ja esteja instalado e “ativado”.

1 – Primeiramente voce devera instalar os serviço de Terminal Server, va ate o gerenciador do servidor e seleciona a função (Serviços da area de trabalho remota) conforme a imagem abaixo.

2 – Apos marque apenas as funções (Host de Sessão da Area de Trabalho Remota e o Licenciamento de Area de Trabalho Remota) conforme a imagem abaixo.

P.S. Se voce desejar instalar outros serviços remotos, acrescente-os depois que ativarmos o Terminal Server.

3 – Marque o nivel de autenticação baixo conforme imagem abaixo e prossiga com a instalação.
jun 182015
 

INSTALAÇÃO

 

Recentemente, publiquei artigo referente à instalação e configuração do Nagios. Serviço muito utilizado para monitorar equipamentos e serviços de rede. Neste artigo, tentarei da forma didática, compartilhar meu conhecimento em continuidade ao artigo anterior (referente ao Nagios).

Como deve ser do conhecimento de muitos que já utilizam o Nagios para monitorar seus ativos de rede em algumas situações, será necessário instalar a agente cliente do Nagios nos computadores Windows para gerenciamento. Uma dessas situações, por exemplo, está relacionada à necessidade de ter acesso ao status do espaço de disco em uso, alguns serviços e memória usada.

O objetivo deste artigo é transmitir como por em prática o acesso a essas funcionalidades.

Aproveito para explicar como configurar o recurso de envio de alertas por e-mail, apesar de apresentar uma solução pouco profissional, mas posso garantir que nos testes realizados funcionou sem problemas, proporcionando uma maneira de ter conhecimento do status dos equipamentos e serviços de rede, sem necessariamente ter que estar em frente ao servidor.
Continue reading »

POR QUE EMPRESAS AINDA OPTAM POR WINDOWS?

 Clusterweb, ClusterWeb, Leitura Recomendada, Linux, Profissional de TI, Windows  Comentários desativados em POR QUE EMPRESAS AINDA OPTAM POR WINDOWS?
abr 062015
 

OS BENEFÍCIOS / O MEDO

OS BENEFÍCIOS DO GNU/LINUX

Em relação ao Windows, seu principal concorrente, o GNU/Linux traz consigo uma maneira bem diferente de usabilidade – uma maior estabilidade, versalidade e segurança. Com seu código-fonte aberto, a empresa poderá customizá-lo para que o sistema supra as necessidades da corporação.

Mas, por que empresas ainda utilizam o sistema das janelas? Por quê?

Ao contrário de uma licença original do Windows 8.1 completa, que vale em torno de R$ 650,00, a grande maioria das distribuições GNU/Linux, incluindo as mais populares, como o Ubuntu, o Debian, o Fedora, o openSUSE, o Slackware, o Gentoo, o Linux Mint, o Kali Linux, o Big Linux, o CentOS, o Arch Linux, o Metamorphose e milhares de outras distros, são gratuitas, ou seja, a empresa não paga exatamente nada pelo sistema (e é sem crack e serial – rs).
Continue reading »

Hospedagens e Servidores.

 Clusterweb  Comentários desativados em Hospedagens e Servidores.
jun 082014
 

Boa tarde Galera, venha divulgar novos serviços que a ViaZap esta disponibilizando, estou falando em Servidores Linux, Windows, para hospedagens, ou VPS, a preços especiais, caso tenha interesse entre em contato no link Contato Aguardamos seu contato, e verá que os valores e planos estão ótimos.

Tenham todos um ótimo final de tarde e um ótimo domingo…

Aguardamos seu contato – Equipe ViaZap – Redes e Conectividade.

Criando servidor de arquivos GNU/Linux com RAID virtual e DFS em rede Windows

 Leitura Recomendada, Segurança, Sistemas de Armazenamento, Windows  Comentários desativados em Criando servidor de arquivos GNU/Linux com RAID virtual e DFS em rede Windows
mar 052014
 
Introdução

Evidente, que estas configurações funcionaram para mim, e espero que auxilie a outros, entretanto (como é de praxe salientar), eu não me responsabilizo por possíveis problemas que possam surgir ao utilizá-lo.

O sistema operacional utilizado foi o Ubuntu Server 12.04.3 x64 e o Hardware foi um computador comum Duo Core com 1 GB de RAM, 1 slot IDE (PATA), 4 slots SATA, comunicação de rede onboard Ethernet e acesso à Internet.

O slot PATA foi particularmente interessante, pois ainda é comum encontrar placas-mãe com ela. Como eu possuía um HD PATA de 160 GB novo (por assim dizer), aproveitei e o utilizei no sistema operacional. Conectei dois HDs SATA iguais de 500 GB para o RAID e servir para armazenar os dados disponibilizados na rede.

Assim, me restaram mais dois slots SATA livres para um upgrade de outro array RAID1, se eu precisar.

A utilização de um HD exclusivo para o sistema operacional não é uma regra, mas, é uma boa prática. Mesmo se eu não tivesse o HD PATA, teria adicionado outro HD SATA dedicado ao sistema operacional ou, pensaria em soluções alternativas, como instalar o Ubuntu Server em um Disk-on-key, em vez de um HD.

Instalei o Ubuntu sem adicionar nenhum pacote extra com o SSH, LAMP, etc. A instalação do Ubuntu, não será abordada no texto.

Para a edição dos arquivos de configuração, utilizei o editor de texto nano, mas não tente usar outro editor como Vi ou Emacs, pois as configurações não irão funcionar. 😉

Vale ressaltar, que todos os comandos listados abaixo precisaram de direitos de administrador ou root.  Continue reading »

Como criar pacotes .MSI

 Windows  Comentários desativados em Como criar pacotes .MSI
ago 232012
 

Hoje vou explicar como proceder na necessidade de criar pacotes .MSI para automatizar a instalação de um aplicativo ou na maioria dos casos ser aplicado às GPOs.

O que é um arquivo .MSI ?
Em um modo bruto de explicação é um pacote que contém todas as informações/configurações necessárias para que não necessite da intervenção de um usuário para algumas ações a serem tomadas como por exemplo (Acordar com o termo de licença, definir pasta de instalação, entre outras …).

Os pacotes .msi são comumente utilizados em GPOs para instalar uma respectiva aplicação em um determinado conjunto de computadores de um domínio.

Nesse artigo explicarei de uma forma detalhada como criar o pacote .MSI utilizando o software AppDeploy Repackager que pode ser baixado clicando sobre ele. Há várias recomendações na internet sobre a utilização do Veritas Discover, porém por experiência própria já tive diversos problemas com a feramenta.

Recomendação para criar o .MSI
  • Uma máquina limpa (considere como limpa uma máquina somente com windows e service pack atual, que chegue mais próximo do ambiente atual do que dispõe em sua rede, pode ser usado máquinas virtuais para criação)
  • O software AppDeploy Repackager instalado na máquina que irá criar os pacotes.

—————————————————————————————

1- A instalação do AppDeploy Repackager  é muito simples na qual não vejo nem necessidade de detalhar, é um seguido de “Next, Next, Finish”

2- Será criado um atalho na área de trabalho do aplicativo, ao iniciá-lo será apresentada uma tela de boas vindas, clicando em Next iniciamos o processo de criação.

3- Na tela seguinte “Capture Basic Information” devemos proceder da seguinte forma, em seguida clicar em Next:

  • Setup File Location – Indicar onde o arquivo .exe que será convertido está localizado
  • Application Name – O nome em que o pacote será definido após o término do processo
  • Version – Série do aplicativo, geralmente uso números para diferenciar uma versão para a outra.
  • Company Name – Pode ser o nome da empresa que desenvolve o software ou o da sua empresa, como achar melhor.

4-  Em “Pre Installation Snapshot” você pode definir uma unidade e chave de registros específicos para se fazer o scan e 1º Snapshot, por padrão não marco nada e vou para a tela seguinte que inicia em efetivo o snapshot.

5- Após a execução do snapshot será necessário instalar o programa (a ser criado o pacote) na máquina.
ATENÇÃO: Todas as ações tomadas nesse processo serão as coletadas pelo snapshot seguinte.

6- Faça as configurações no software se necessário (no caso do nosso exemplo em que estou gerando a do 7zip, estou ativando as extensões que ele poderá ler.

7- Após esse processo será apresentada a tela “Post Installation Snapshot”, no qual não marco na por padrão (igual ao explicado no ítem 4 acima), em seguida será feita comparação entre os 2 snapshots.

8- Em “Package Content Review” será apresentada a diferença entre os 2 snapshots, marque sempre todas as opções de Included Files Items e em seguida Included Registery Items.

9- Em “Create Recipe File and MSI” você poderá definir alguns atalhos para o pacote a ser criado, no nosso exemplo na janela suspensa eu selecionei o executável 7zFM.exe e cliquei em Select.

10- Defini o nome do atalho a ser criado como: Atalho 7Zip, defini que ele será criado somente no Desktop, e escolhi o ícone a ser usado por ele (lembrando que eu posso usar qualquer ícone porém devo selecionar o mesmo usando a caixa Icon/Exe File. Posso fazer esse procedimento para todos os aplicativos, veja o que atende a sua necessidade.

11- Voltaremos para mesma tela anterior, na qual definiremos:

  • Target Path – Caminho em que o .MSI será salvo
  • Recipe File Name – É um arquivo .xml no qual contém todas as instruções criadas anteriormente
  • MSI Name – Nome do arquivo a ser criado

12- Após clicarmos em Next devemos aguardar a criação do mesmo, no qual será salvo conforme definido no passo anterior.

13- Só a nível de teste, rode o arquivo gerado e veja se atende aos passos criados anteriormente, nosso caso atendeu, atenção para o ícone no desktop (definido no passo 10) e opções de extensão (definido no passo 6).

—————————————————————————————

Com esse procedimento fica muito mais fácil gerar seus arquivos .MSI e distribuí-los através das GPOs.

Espero que tenham gostado

Abraços

Problema replicação SYSVOL

 Windows  Comentários desativados em Problema replicação SYSVOL
jan 192012
 

Nas andanças da vida me deparei com um problema desagradável em uma tarefa aparentemente simples, eu tinha que promover um Member server para Domain Controler, uma tarefa aparentemente tranqüila não acham?

Eu também achei que ia ser, fiz tudo dentro das melhores praticas verifiquei log no DC que ja estava no resolvi alguns errinhos bobos, DNS estava trincando, network perfeita, até vírus eu me certifiquei.

Bom promovi o bendito Member server para DC, ai meu sono foi embora, após a maquina subir comecei a validar DNS, replicação, coloquei ele como GC tudo ótimo, nos logs apareceram erros de SysVol não dei muita importância achei que em meia hora a replicação completa tudo iria se acertar, bom…..

Verifique que no novo DC as pastas NetLogon, SysVol não estavam compartilhadas, problemaço, bom reinicie os servidores reinicie serviço pra la e pra cá e nada, vamos la comecei a procurar na internet muitas pessoas com este problema e ninguém com solução, quando resolvi dar uma olhada nos detalhes do LOG de erro de replicação da sysvol la esta va minha solução abaixo vou detalhar:

Faça o seguinte no seu novo DC que não esta com a pasta sysvol compartilhada entre no registro va até HKEY_LOCAL_MACHINE\System\CurrentControlSet\Services\NtFrs\Parameters\Enable Journal Wrap Automatic Restore

Se a chave Enable Journal Wrap Automatic Restore não existir crie uma Dword.

Apos criada ou alterada insira o valor decimal nela decimal 1 e reinicie o serviço File replication service.

Feito isso a Sysvol será replicada para seu novo DC.

De uma olhada nos logs para ver se nao tem mais nenhum problema.

Algumas dicas não mexa nas permissões da pasta Sysvol, você pode ter problemas, também não compartilhe “na mão” a pasta sysvol isso pode te dar muita dor de cabeça.

Bom finalizando apos 3 dias problema resolvido mais uma vez, espero que tenha sido útil.

Migrando de Windows Server 2003 para Windows Server 2008 R2

 Windows  Comentários desativados em Migrando de Windows Server 2003 para Windows Server 2008 R2
jan 162012
 

Migrando de Windows Server 2003 para Windows Server 2008 R2

Temos algumas formas para fazer uma migração de um servidor executando o Windows Server 2003 R2 para Windows Server 2008 R2 com o Active Directory instalado, porém algumas recomendações:

1) Se for migrar de 2003 R2 para 2008 R2 usando o mesmo servidor (in place) só será possível se o Windows Server 2003 R2 for 64 bits, uma vez que o Windows Server 2008 R2 só vem com suporte a X64.

2) Se o Windows Server 2003 R2 for 32 bits só será possível migrar para o Windows Server 2008 R2 usando um novo servidor.

3) É importante também cuidar o idioma dos Sistemas Operacionais.

4) Recomendamos ainda verificar toda a compatibilidade de hardware e software antes de começar sua migração.

5) Não esqueça de fazer os devidos backups.

Migrando Windows Server 2003 R2 32 Bits para Windows Server 2008 ( In Place)

Neste exemplo vamos usar o DVD do Windows Server (não R2) devido a compatibilidade de arquitetura 64 e 32, mas lembramos que o processo é idêntico)

1) Insira o DVD do Windows Server 2008 no servidor com o Windows Server 2003 R2 > clique em Instalar agora

clip_image002

2) Clique em Conectar para obter as atualizações mais recentes para instalação

clip_image004

3) Selecione a versão do Windows a ser instalado > Avançar

clip_image006

4) Aceite os Termos > Avançar

clip_image008

5) Selecione Atualização

clip_image010

6) Checando a compatibilidade

clip_image012

7) Avançar

clip_image014

8) Agora é só aguardar ( Deve levar horas)

clip_image016

9) Ao finalizar a instalação, abra o console do seu Active Directory e toda sua estrutura estará OK. Verifique também as GPOs e faça os testes já conhecidos em cima do seu AD.

 

Migrando Windows Server 2003 R2 32 Bits para Windows Server 2008 R2 usando dois servidores

 

Para realizar este processo, temos alguns novos requisitos, além dos já citados no início deste tópico.

Vamos aos novos requisitos:

1) Em um servidor temos o Windows Server 2003 R2 (32 bits) e no novo servidor, o Windows Server 2008 R2 que só temos em 64 bits.

2) Temos o Active Directory instalado somente no servidor com o Windows Server 2003 R2.

3) Com o Windows Server 2008 R2 já instalado no Servidor novo, ingresse este no domínio do Windows Server 2003 R2.

No servidor Windows Server 2003 R2 execute os seguintes passos:

1) Acesse o console do Active Directory > clique com o botão direito do mouse sobre Aumentar nível funcional do domínio…

clip_image018

2) Selecione Windows Server 2003 > clique em Aumentar

clip_image020

3) Nível aumentado.

clip_image022

4) Vamos agora preparar o Domínio para receber o primeiro Domain Controller Windows Server 2003.

Insira o DVD do Windows Server 2008 R2 > no diretório Support > acesse o diretório adprep > execute os seguintes comandos:

adprep.32.exe /forestprep

clip_image024

2) Pressione C > ENTER

clip_image026

3) Processo em execução

clip_image028

4) Processo finalizado.

clip_image030

5) Execute

adprep.32.exe /domainprep

clip_image032

6) Processo finalizado.

clip_image034

7) Execute

adprep.32.exe /rodcprep

clip_image036

8) Execute

adprep.32.exe /domainprep /gpprep

Replicando o Active Directory do Windows Server 2003 R2 para o

Windows Server 2008 R2

 

Como você já deve ter percebido, todos os usuários serão autenticados pelo servidor com o Active Directory.

Esta centralização do Active Directory em um único servidor pode nos dar muito problema, uma vez que o nosso servidor do Active Directory sofra uma pane, todos os nossos usuários que autenticam nele ficarão sem acesso.

Para prevenir este possível problema você pode configurar outro servidor como Controlador de domínio adicional.

Para aplicar todo este recurso temos algumas dicas inicias:

1) Ingresse o servidor réplica do domínio principal (não esqueça que o DNS primário deverá ser o IP do seu servidor DNS local)

clip_image037

2) Servidor réplica ingressado ao domínio.

clip_image038

3) Após ingressar o Servidor réplica ao AD, ele irá aparecer no contêiner Computers.

clip_image040

4) Para iniciar a instalação do AD réplica > executar > dcpromo.exe

clip_image042

5) Marque Usar a instalação em modo avançado > Avançar

clip_image044

6) Clique em Avançar.

clip_image046

7) Como já temos uma floresta > marque Floresta existente > Adicionar um controlador de domínio a um existente > Avançar.

clip_image048

8) Automaticamente o domínio será localizado > clique em Definir e entre com as credenciais do usuário Administrador do domínio > clique em Avançar.

clip_image050

9) Clique em Avançar

clip_image052

10) Clique em Avançar

clip_image054

11) Um catálogo global é um controlador de domínio que armazena uma cópia de todos os objetos do Active Directory em uma floresta. O catálogo global armazena uma cópia completa de todos os objetos no diretório para seu domínio host e uma cópia parcial de todos os objetos para todos os outros domínios na floresta, conforme mostrado na figura a seguir.

Marque Catálogo Global > Avançar.

clip_image056

12) Selecione Replicar dados pela rede de um controlador de domínio existente > Avançar.

clip_image058

13) Selecione o Controlador de domínio > Avançar

clip_image060

14) Selecione um local para o banco de dados, log e SYSVOL > Avançar.

clip_image062

15) Informe uma senha para restauração > Avançar.

clip_image064

16) Clique em Avançar.

clip_image066

17) Replicando dados.

clip_image068

18) Clique em Concluir.

clip_image070

19) Console do Active Directory no Server 2003 (principal)

clip_image072

GPOs no Server 2003

clip_image074

20) Console do Active Directory no Server 2008 R2

clip_image076

GPOs Server 2008 R2

clip_image078

 

Instalando ferramentas de suporte no Windows Server 2003 R2

 

1) Ainda no Servidor Windows Server 2003 R2 > insira o CD de instalação do Windows Server 2003 R2 > na pasta Support\Tools > execute o arquivo SUPTOOLS.MSI para instalar algumas ferramentas.

clip_image080

2) Ferramentas já instaladas > acesse Windows Support Tools > Command Prompt

clip_image082

3) Vamos agora através do comando netdom query fsmo verificar nosso schema. Observe que todas as funções fazer parte do server2003.

clip_image084

4) No servidor Windows Server 2003 R2 vamos então transferir todas as funções mostradas na figura acima para o novo servidor executando o Windows Server 2008 R2.

 

Transferindo funções:

Vamos agora transferir as 5 regras de operações do Active Directory, essas regras também são conhecidas como FSMO Rules (Flexible Single Master Operation). Essas regras são essenciais para a saúde do AD e o bom funcionamento do AD.

Nosso objetivo é transferir essas 5 regras para o controlador de domínio Windows Server 2008 R2.

Primeiro vamos listar as 5 regras de descobrir qual os controladores de domínio tem propriedade sobre elas para isso vamos executar o comando NETDOM QUERY FSMO.

O utilitário NETDOM já foi instalado quando colocamos as ferramentas de suporte no tópico já apresentado.

Vamos agora utilizar o utilitário NTDSUTIL que é uma ferramenta de administração avançada do Active Directory para realizar a transferência.

a) Acesse Menu Iniciar > Windows Support Tools > Command Prompt

Execute os seguintes comandos:

1) ntdsutil

2) roles

3) connections

4) connect to server server2008 ( onde server2008 é o hostname do seu servidor 2008)

5) q

6) transfer schema master

7) Confirme SIM

clip_image086

b) Digite:

1) transfer PDC

2) Confirme SIM

clip_image088

c) Digite:

1) transfer domain naming master

2) Confirme SIM

clip_image090

d) Digite:

1) transfer RID master

2) Confirme SIM

clip_image092

e) Digite:

1) transfer infrastructure master

2) Confirme SIM

clip_image094

13) Execute netdom query fsmo > para verificar que foram transferidas todas as funções para o servidor Windows Server 2008 R2.

clip_image096

 

Rebaixando o AD do Windows server 2003 R2

 

1) Execute:

clip_image098

2) Avançar

clip_image100

3) Não marque a opção “Este servidor é o último controlador de domínio no domínio” > Avançar

clip_image102

4) Digite uma nova senha para o Administrador local do Servidor 2003 > Avançar

clip_image104

5) Avançar

clip_image106

6) Removendo

clip_image108

7) AD removido > Concluir.

clip_image110

8) Console do AD no Windows Server 2008 R2, observe que agora o SERVER2003 não é mais membro de Domain Controller mas de Computers.

clip_image112

clip_image114